Associada
Com nova capitalização de R$ 6,5 milhões, Chipus lança plataforma para desenvolvimento de chips para IoT
segunda-feira, 4. dezembro 2017 - 12:42

Compartilhe:

A Chipus Microeletrônica, empresa brasileira especializada no desenvolvimento de projetos de chips de baixo consumo energético, anunciou o recebimento de uma nova capitalização de R$ 6,5 milhões, incluindo um round de investimento liderado pelo Fundo Criatec II, cujo principal cotista é o Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES). É a segunda vez que a Chipus é investida pelo fundo; a primeira foi em abril de 2016. Com os valores angariados até o momento, a empresa concebeu a plataforma ICX - Gen 1 para aceleração do desenvolvimento de circuitos integrados com foco em alguns casos de uso para IoT, inteiramente financiável pelo BNDES, por meio do produto financeiro Soluções Tecnológicas. O anúncio do recebimento do novo aporte e do lançamento da plataforma ocorreu durante o ChipCon’17, evento realizado no dia 30 de novembro em Florianópolis que discutiu a importância dos semicondutores no desenvolvimento da Internet das Coisas (IoT - Internet of Things) e Indústria 4.0 no Brasil.
 
Para que eletrodomésticos e produtos eletrônicos em geral com base em IoT possam funcionar, são necessários circuitos integrados. Smartphones, automatização de iluminação em residências ou vias públicas e automatização de sensores autônomos aplicados a agricultura inteligente, por exemplo, precisam de uma série de novos componentes e sensores totalmente reformulados, através do emprego  de novos circuitos integrados desenvolvidos especificamente para este tipo de aplicação - também chamados de ASICs ou Application Specific Integrated Circuits.  
 
Antecipando esta necessidade em atualizar e produzir esse tipo de componente de forma mais rápida e customizada, a Chipus anunciou o lançamento da plataforma ICX Gen 1 visando aplicações que endereçam o uso em IoT e Indústria 4.0. Tais chips poderão ser desenvolvidos de forma mais rápida, com redução de até 50% do tempo anteriormente gasto para produzir esses circuitos integrados. A plataforma é inteiramente desenvolvida no Brasil e adaptada às necessidades do mercado brasileiro. Por utilizar uma biblioteca de funcionalidades já validada nos últimos 8 anos de existência da Chipus, o risco do desenvolvimento destes novos chips também é amplamente mitigado.
 
O CEO da Chipus Microeletrônica, Murilo Pessatti, informou que embora existam outros modelos para aplicações puramente digitais - que não dependem de um sensor ou interface com o meio ambiente - eles apenas processam os dados. “Com a plataforma, o objetivo é diminuir o número de componentes eletrônicos em um produto, onde antes tinham de dois a três circuitos integrados e alguns componentes discretos integráveis, agora podem ser substituídos por um único chip customizado para aquela aplicação, em um prazo de tempo menor, com menor risco e com condições muito mais favoráveis para nossos clientes financiarem o desenvolvimento", declara Pessatti.
 
A Plataforma ICX Gen1 já está em fase final de desenvolvimento, com vários clientes interessados, que contribuíram no levantamento de requisitos e demandas. O roadmap inclui mais duas gerações, que vão endereçar casos de uso mais complexos de IoT, Indústria 4.0 e outros produtos eletrônicos.
 
BNDES Soluções Tecnológicas
 
O BNDES Soluções Tecnológicas é um produto financeiro que oferece às empresas, universidades e entidades de Tecnologia e Inovação cadastradas, linhas de financiamento para seus potenciais clientes, interessados em adquirir seus produtos e serviços. A indústria ou empresa interessada em incorporar soluções tecnológicas oferecidas pelas credenciadas podem consultar pelo site os produtos e serviços oferecidos, e verificar a possibilidade de receber o financiamento para sua aquisição. Os fornecedores brasileiros que ainda não são cadastrados podem se credenciar, basta acessar a página com as instruções.

Segundo Murilo Pessatti, o portal do BNDES é um recurso valioso e com um timing oportuno para a Chipus e para outras empresas brasileiras interessadas em adotar soluções tecnológicas desenvolvidas nacionalmente. “Iniciamos nossa jornada há nove anos, fazendo um caminho não convencional para uma startup: conseguimos nosso espaço no mercado internacional, estabelecendo parcerias sólidas e de longo prazo. Desenvolvemos projetos para big players no mercado internacional de semicondutores e com um posicionamento de grande relevância na área de IoT. Acredito também que este histórico nos credencia a oferecer ao mercado nacional uma tecnologia inovadora e sob medida às indústrias brasileiras”, finaliza.

Fotos

Você sabia que seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência utilizando nosso website, nós recomendamos que você atualize para a nova versão ou instale um outro browser. Apresentamos uma lista dos browsers mais populares logo abaixo.

Apenas clique em um dos links abaixo para ir para a página de download: